Aquaponia e o cultivo de cannabis, uma visão geral

 Em Dicas de Cultivo

Todo mundo já ouviu falar em hidroponia, a hidroponia é um sistema de cultivo onde as plantas são desenvolvidas sem a necessidade do solo, diretamente na água. Aqueles alfaces e temperos super bonitos que encontramos nos supermercados são produzidos por hidroponia e isso fez aumentar o interesse de produtores em todo o mundo sobre essa técnica de cultivo. E no mundo canábico não é diferente, sabemos o valor que tem um belo bud cultivado na hidroponia, mas como tudo nessa vida tem um preço, o preço da hidroponia é a dependência de produtos químicos que precisam ser usados em cada colheita, e esse preço sai caro para a produção em geral e ainda não é nada saudável como muitos pensam. Durante muito tempo especialistas em hidroponia buscam soluções para uma hidroponia orgânica e mais barata, e somente agora encontraram uma “antiga novidade” dos tempos da civilização Maia, mas que hoje é estudada em universidades de aquicultura do mundo inteiro, e por cientistas no espaço. O sistema de cultivo mais natural e eficiente do passado, presente e futuro, a Aquaponia.

 

O que é aquaponia?

A aquaponia é a combinação de criação de peixes (aquicultura) e cultivo de planta sem solo (hidroponia) em um sistema controlado e integrado. Em resumo, os peixes criados em tanques produzem resíduos que são transformados em nitratos, essa água rica em nitratos e dióxido de carbono é bombeada para o sistema de hidroponia e assim ajudam o crescimento das plantas, as plantas limpam a água para que ela retorne para o tanque dos peixes e todo o processo se repete. Embora as plantas sejam o produto final de um sistema de aquaponia, elas também têm uma função crítica em todo o sistema: purificar a água e permitir que ela seja enviada de volta para os tanques de peixes.

Quando as plantas absorvem todos os nitratos e dióxido de carbono, isso deixa apenas a água rica em oxigênio que é capaz de ser enviada de volta para os tanques de peixes e iniciar o processo novamente. Isto significa que a aquaponia é sustentável, e cada componente é utilizado repetidamente enquanto todo o processo se repete, produzindo o próprio adubo e ao mesmo tempo crescendo plantas e peixes.

 

Como a aquaponia pode ser útil no cultivo de cannabis medicinal?

A aquaponia pode resolver problemas atuais no cultivo de cannabis dando uma melhor qualidade para um cultivo orgânico, baixando o custo e respeitando o meio ambiente. Lógico que a aquaponia, não é um sistema milagroso para o cultivo de cannabis orgânica, mas suas diversas vantagens são muito maiores que suas desvantagens. Podemos listar como um desafio na aquaponia, é a disponibilidade de todos os nutrientes que a planta precisa para crescer, com a aquaponia, os peixes disponibilizam 10 dos 13 nutrientes essenciais para as plantas, faltando Cálcio, Potássio e Ferro. Mas esses nutrientes são facilmente adicionados de forma natural ao sistema através da mineralização dos sólidos restantes dos filtros, ou através de vermicompostagem (compostagem com minhocas) que fabricam um poderoso biofertilizante rico em todos os nutrientes e que pode ser adicionado naturalmente. Todo o sistema tem que funcionar de forma natural, qualquer mineral ou químico inserido no sistema poderá contaminar e desequilibrar a vida do sistema. Peixes, bactérias e plantas dependem da qualidade da água para manter o sistema funcionando.

 

Aquaponia pelo mundo, no Brasil e em outros planetas

Apenas algumas pequenas empresas cultivam cannabis com aquaponia hoje no mundo, Canadá e Estados Unidos possuem as principais empresas de cultivo e extração para medicamentos. Sendo assim, existe um mercado novo esperando para ser descoberto. No Canadá a empresa Green Relief, foi a primeira empresa do mundo a cultivar em aquaponia e produzir o extrato das plantas cultivadas. O foco da empresa é fornecer um produto sustentável, socialmente responsável e com os mais altos padrões de qualidade para seus clientes, de forma consistente e segura. O sistema de circuito fechado da Green Relief, que cultiva 6.000 tilápias e 4.500 plantas a qualquer momento, usa 90% menos água do que a agricultura convencional, ao mesmo tempo em que oferece rendimentos 10-20% melhores do que os métodos tradicionais. A cada cinco semanas, a Green Relief despesca um de seus 16 tanques de peixes, doando cerca de 300 tilápias de tamanho comercial para a Second Harvest, uma instituição de caridade que entrega o peixe na cozinha de um abrigo para sem-teto.

Com o respaldo de cerca de 18 milhões de dólares de investidores privados, a Green Relief está se preparando para ser listada na Canadian Securities Exchange, e possivelmente na Nasdaq, para ajudar a financiar seus planos de crescimento.

Produtos de alta qualidade, fabricados com um sistema sustentável, de baixo custo operacional, socialmente responsável e orgânico são as chaves do sucesso rápido da empresa.

A aquaponia é um sistema de cultivo incrível, que inclusive é estudado no espaço, muitos cientistas trabalham para encontrar soluções para uma possível produção de alimentos no espaço, a Estação Espacial Internacional, já desenvolve por hidroponia alguns vegetais, e a Nasa seleciona projetos de aquaponia para futuros voos para Marte. E antes mesmo de chegar a Marte, aqui mesmo no Brasil, um grupo de pesquisadores da Universidade do Rio Grande do Norte, junto com a Agência Espacial Brasileira (AEB), autarquia vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), apoia a iniciativa criada pelo projeto Habitat Marte. O objetivo é buscar a auto sustentabilidade pela geração da própria energia, reciclagem de resíduos e produção do próprio alimento. O Habitat Marte está comprometido com o desenvolvimento de tecnologias sociais como: forno solar, cisternas, aquaponia, filtros de água e estufas. O desafio é desenvolver tecnologias que sejam aplicadas tanto no espaço quanto em regiões áridas e semiáridas, ou outras regiões ameaçadas pela escassez hídrica e seca.

Como se pode ver, a aquaponia já é a solução para produção de alimentos e medicamentos naturais como a cannabis, uma forma natural de produzir vida com sustentabilidade. O futuro é logo ali e a largada já foi dada, seja para esse planeta ou para os próximos, vamos cultivar com aquaponia.

 

Rodrigo Rosa – Diretor Executivo do Instituto Cannabis do Bem / Aquicultor / Cultivador

Comments
  • Renato vieira Da silva
    Responder

    Exemplo de cultivo,meu filho é Eng de Aquaponia, já com projetos em andamento.

Deixe um Comentário

Start typing and press Enter to search