Psilocibina e Psilocina: Como os Cogumelos Mágicos Atuam em Nosso Organismo?

 Em Artigos Enteógenos, Dicas de Cultivo

Nem todos os cogumelos existentes possuem ação psicoativa em nosso sistema nervoso, entretanto, já foram contabilizadas (até os dias atuais) cerca de 200 espécies de fungos que contém psilocibina (C12H17N2O4P) e psilocina (4-HO-DMT), que são dois compostos químicos naturais que proporcionam os poderosos efeitos enteógenos.

Essa dupla de componentes químicos psicoativos encontrados em Psilocybe cubensis se tratam de um complexo de triptaminas, e farmacologicamente, são similares à dietilamida do ácido lisérgico (LSD) e a outros alcaloides naturais como a dimetil triptamina (DMT) e a mescalina. Isso ajuda a explicar porque que muitos destes compostos possuem efeitos fisiológicos, psicológicos e espirituais parecidos, alterando os sons, as cores, a visão, o senso de seu Eu e causando a dilatação do tempo e do espaço.

Valores referentes aos teores de Psilocibina, psilocina e baeocistina em outras espécies de cogumelos diferentes de Psilocybe spp.

Valores referentes aos teores de Psilocibina, psilocina e baeocistina em outras espécies de cogumelos diferentes de Psilocybe spp.

 

O que acontece quando a psilocibina entra em contato com o organismo humano?

Quando nós ingerimos algum material orgânico que contém psilocibina, o corpo rapidamente metaboliza a psilocibina removendo seu grupo fosfato e assim a convertendo em psilocina, que é então capaz de se ligar com nossos receptores de serotonina e atuar como um agonista parcial dos receptores de serotonina. (um “agonista” é uma substância que inicia uma resposta fisiológica quando ligada a um receptor). A psilocibina então nada mais é do que um composto inativo primário que é metabolizado em um composto farmacologicamente ativo, a psilocina. Resumindo a ópera, é a PSILOCINA o composto que causa os efeitos primários de uma jornada com cogumelos mágicos, e a psilocibina está ali para ser convertida em psilocina.

psilocina-serotonina

 

A serotonina é estruturalmente similar a psilocina, como é possível observar acima, e é o composto fonte de toda a sensação de alegria e bem-estar, seja essa alegria proveniente ou não do uso de componentes químicos. Como um neurotransmissor, a serotonina também ajuda a transmitir mensagens de uma parte do cérebro para outra. Recentes pesquisas científicas observaram que a sobrecarga sensorial que acontece durante uma jornada é decorrente do fato da psilocibina deixar o cérebro hiperconectado, e assim permitindo uma maior e melhor comunicação entre partes do cérebro que normalmente não se “falam” tanto. Dessa forma, acontece uma reorganização entre as conexões cerebrais, e também, o fortalecimento de conexões fracas. Ao passar o efeito, as conexões voltam ao normal e nós voltamos a nos sentir meio “banzo”, porém, mas muito mais estáveis.

 

conexões cerebrais com e sem psilocibina

Representação da quantidade de conexão dentre diferentes partes do cérebro em pacientes sob efeito placebo (A) e psilocibina (B). (Fonte: Petri et al. 2014)

 

Nosso cérebro evoluiu ao longo dos séculos para que nosso hipotálamo esteja constantemente a filtrar qualquer estímulo que não nos seja útil durante nosso dia a dia em modo padrão (ou modo sobrevivência), permitindo-nos focar no que realmente é “importante” para um ser humano. Como resultado disso, nosso cérebro economiza energia ao não ficar perdendo tempo com coisas triviais, como, por exemplo, quantos carros foram vistos na rua hoje, ou o porque que a luz bate nas árvores de maneira tão linda. Este também é um ponto de ação dos compostos dos cogumelos mágicos, pois foi observado em estudos que a atividade do hipotálamo é reduzida em uma pessoa sob efeito da psilocina e persistente nesse mesmo indivíduo em até algumas semanas após a data da dosagem ter sido consumida.

 

REFERÊNCIAS:

Petri, G., Expert, P., Turkheimer, F., Carhart-Harris, R., Nutt, D., Hellyer, P. J., & Vaccarino, F. (2014). Homological scaffolds of brain functional networks. Journal of The Royal Society Interface, 11(101), 20140873.

The Psilocybin Mushroom Bible.

Showing 9 comments
  • Amanda
    Responder

    Muito interessante. Parabéns pelo conteúdo!

  • Orieta
    Responder

    onde encontrar? ja esta disponivel para compra?

  • Ju
    Responder

    Busca no google, comprar cogumelos mágicos que vai encontrar. Sempre que for em seu estado natural, não é ilegal.

  • Jéssica Ribeiro Assis Barros
    Responder

    Excelente trabalho. Parabéns a todes!!

  • Marcos
    Responder

    Possofazer o chá e tomar tenho gastrite

Deixe um Comentário

Start typing and press Enter to search